TED BUNDY | CDC 008


Isabelle Reis contruiu um storytelling de arrepiar sobre um dos assassinos em série mais conhecidos do mundo. Está pronto para conhecer Ted Bundy?
Theodore “Ted” Robert Bundy, como quase todos os assassinos em série, teve uma conturbada infância. Sua mãe, Louise, quando ainda muito jovem, envolveu-se sexualmente com um militar da Força Aérea Americana – muito mais velho do que ela. E, esse breve relacionamento, em novembro de 1946, acabou gerando um filho, cujo pai nunca mais foi visto. Para evitar um escândalo na vizinhança e na família, os pais de Louise resolveram abafar o caso, inventando que o recém-nascido Theodore era, na verdade, seu filho e, portanto, irmão mais novo de Louise. Algumas teorias dizem que, na verdade, o falso pai e avô de Ted é seu pai verdadeiro, fruto de estupros cometidos contra a própria filha.

Legendas: 
Parte 1

00:00:56:09
Entrevistador: Agora me leve até lá.  O que estava acontecendo na sua cabeça naquela noite?
Ted: Tudo bem antes de irmos adiante, eu acho que é importante pra mim que as pessoas acreditem no que eu estou falando. Eu quero te dizer que não estou culpando pornografia e dizendo que me causou algo e me fez ir fazer algumas coisas e que eu assumo total responsabilidade por qualquer coisa que eu tenha feito, essa não é a questão aqui. A questão e o problema é como esse tipo de literatura contribuiu e ajudou a moldar e modificar os tipos de comportamento violento.
Entrevistador: “Alimentou” suas falhas
Ted: Bem, no início “alimentou” esse tipo de processo de pensamento
 Parte 2:
00:04:22:14
Atriz: Você se lembra da noite em que nos conhecemos?
Repórter: A versão de Zac Efron do serial killer Ted Bundy é encantadora, carismática e arrepiante ao mesmo tempo. O filme revela o a essência do mal enquanto evita cenas gráficas.
Parte 3:
00:09:11:17
Namorada de Ted: Eu escapei de ser morta e eu nunca vou esquecer de uma noite que eu acordei e disse: Ted, o que você está fazendo? E ele disse: Oh, eu só estou olhando as minhas facas.
Parte 4
00:16:40:14
Repórter: KOA-TV filme sobre a história de Ted Bundy. As notícias a seguir. Boa noite, obrigada por assistir, aqui estão as notícias. O sargento da polícia de Denver William Angerman prendeu em Jefferson, no estacionamento de um Shopping Center, hoje, acusado de contratar outro policial para matar a mulher do sargento. O promotor Noan Brown diz que Angerman ofereceu ao policial uma grande quantia em dinheiro pelo assassinato. O policial que ele contactou ainda não foi identificado.
Sargento Angerman foi fichado por cometer assassinato e conspiração e está preso esta noite em Jefferson County.
Parte 5:
00:16:40:14
Ted: Eu te digo, enquanto eles estão preocupados em colocar as mãos em mim, haverá pessoas sendo mortas no Canyon, sendo baleadas em Salt Lake City, porque a polícia não está aceitando o que eu acho que eles sabem e eles sabem que eu não fiz essas coisas.
E o homem que capturou uma dessas mulheres vai continuar livre e não só ela, mas qualquer mulher em Salt Lake Valley vai estar ameaçada por essa pessoa ou pessoas.
Parte 6:
00:23:46:22
Entrevistadora: Para alguém que acredita ser inocente, por que você não demonstra emoção?
Ted: (Risos) As pessoas dizem “Ted Bundy não demonstra emoção deve haver algo aí”, eu demonstrei emoção e sabe o que as pessoas disseram? “Viu? Você realmente pode ser violento e nervoso”. Não tem jeito certo de eu agir, é claro que estou nervoso, estou demonstrando emoção agora mesmo, dentro de mim. Mas eu guardo pra mim porque não tem motivo para me destruir. Eu tenho que me manter sóbrio, calmo e manter minha presença mental, porque quanto mais eu fizer isso, eu vou vencer isso.
Parte 7:
00:27:02:21
Ted: A raiva, a frustração, a ansiedade. Está se sentindo traído, errado, inseguro. Ele decide que um ser humano atrativo seria sua vítima.
Parte 8:
00:29:23:24
Entrevistador: Você está marcado para ser executado amanhã de manhã as sete. Se você não receber outro atraso. O que está passando por sua cabeça? Quais pensamentos você teve nesses últimos dias?
Ted: Eu não vou dizer que é algo que eu sinta que esteja no controle ou que eu concorde, porque não concordo. É um momento de um passo de cada vez. Algumas vezes eu me sinto tranquilo, outras, eu não me sinto nada tranquilo. O que se passa pela minha mente agora é usar os minutos e horas que me restam da melhor maneira possível e vê o que acontece.
 REFERÊNCIA
Ilana Casoy: Serial killers: louco ou cruel?- Darkside
Ann Rule - Um Estranho ao meu lado - Darkside
Netflix: Conversando Com Um Serial Killer - Ted Bundy
Sites:

https://www.youtube.com/watch?v=--BOzVtx1M8


 https://www.youtube.com/watch?v=--BOzVtx1M8&t=1437s
https://www.youtube.com/watch?v=tZAy3bmOk8Y&t=361s
https://www.youtube.com/watch?v=6oWW53snUgE&t=49s
https://www.youtube.com/watch?v=9ulhzntDDuE&t=64s
https://www.youtube.com/watch?v=G8ZqVrk1k9s
https://www.youtube.com/watch?v=Je4zKetRC0Y&t=61s

NOS APOIE!

Apoia.se: https://apoia.se/cdc
Picpay: https://app.picpay.com/user/cena.crime
https://www.catarse.me/ajudeocenadocrime


Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSTAGRAM FEED

@cenadocrimepodcast